Por que você treina?

Sabemos que existem muitos motivos para seguir a rotina de treinos, então vou listar algumas coisas que é importante lembrar.

  1. Além dos treinos, alimente sua relação com seus amigos e familiares, afinal, sem eles, com quem poderá comemorar uma conquista ou dividir uma prova “ruim”?
  2. Avalie o quanto vale você se doar a essa rotina e deixar de lado sua vida profissional, alertando que seu trabalho paga seus treinos, viagens, suplementos, academias, médicos etc.
  3. Saiba o que esperar de você em uma prova, superestimar-se pode ser frustrante e muitas vezes alguns imprevistos acontecem e isso não pode tirar o brilho da sua conquista, seja ela terminar a prova ou chegar em uma boa colocação.
  4. Se você deseja ser reconhecido como um super atleta, saiba que tem um preço alto. Amadores sempre serão amadores e o reconhecimento maior deve ser seu com você mesmo, e de seus amigos e familiares (volte ao item 1 para reforçar a importância dele). O reconhecimento com prêmios sempre será (e tem que ser) dado aos atletas PROFISSIONAIS, que tem o triathlon como profissão.
  5. Lutar por cada segundo a todo momento fará você feliz por quanto tempo, após conquistar o resultado desejado? Se você alcançar. Saiba que sempre existe a possibilidade de ficar “decepcionado” por não conseguiu fazer o tempo que gostaria.
  6. Passado algum tempo, o resultado das provas serão apenas números, primeiro na categoria, primeiro amador, sub 9h ou sub 10h… Tenha certeza que isso tudo será trocado por outros números, como passar 1 dia com a família, ter seu 1º (1ª) filho(a), e por ai vai.

Valorize suas conquistas, não espere que seja reconhecido e saiba que terá muito mais prazer  em cruzar as próximas linhas de chegada.

Ah, já ia me esquecendo, eu treino porque amo praticar esporte, porque me motiva, da força para encarar o dia a dia. E o melhor de tudo: sem eu falar sobre tempos ou colocações, meu filho acredita que eu sou o mais rápido e forte do mundo.

Comments

  1. Zé Lúcio Cardim says:

    Fala, Ricardo, parabéns pelo blog! Virei freguês! Abração!

  2. Bom te ver aqui Ze, sua presença remete a mais responsabilidade

  3. Ri , amei seu texto, a gente vai ficando mais velho e mais maduro né? e ainda tem gente que tem medo do passar do tempo…
    Concordo com vc em tudo!!! sou sua Fã!!
    PS: meu filho tbém achava que eu era a melhor triatleta do mundo, deixa o seu ficar adolescente… agora nem quer ver eu competir mais snif … acha boring, legal é ficar com os amigos, e segue o ciclo da vida…kkkk
    MIl beijos

    • Obrigado pelas palavras. Você, além de ser uma referência no mercado esportivo, sabe como é difícil a adaptação das fases da vida. Temos que curtir o que temos naquele momento, e como nossos pais já falavam, “aproveitem, pois passa rápido”. Então temos que fazer ser bom para que fique na memória. Bjs e tks pela visita

  4. Eduardo Akira says:

    Ri, excelente texto!!!
    Nada com a experiência, conhecimento e bom senso!!!
    Parabéns pelo blog.
    Abração

    • Obrigado Akira. Como já falamos em outros momentos, a vida é muito mais que números. Claro que queremos sempre ir bem e buscar melhores resultados, mas isso tem que ser apenas mais um detalhe. Penso que o segredo da longevidade no esporte esta no prazer do dia-a-dia e não só no dia da competição.
      Abração

  5. Beto Nitrini says:

    Depois que meu sobrinho falou para o Gustavo Borges “você nada? Meu tio nada, pedala e corre!” Não preciso falar mais nada!

Comentários e respostas são bem vindos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: